Mitos e verdades sobre a Soja

Olá Mamães !

Vamos falar um pouquinho sobre a soja ? Com essa tecnologia toda que está ao nosso redor muitas coisas são colocadas na internet que acabam nos deixando apavoradas né.

Já ouvi muitas coisas ruins sobre a soja e sei que tudo que é consumido em EXCESSO faz mal sim mas se for consumido moderadamente não tem problema algum. Então vamos lá sobre os mitos e verdades da soja ?

  • 1) A qualidade proteica da soja é inferior à das proteínas animais?
    Mito. A proteína presente na soja tem alto valor biológico, o que significa que ela é uma proteína completa, considerando que ela tem todos os aminoácidos essenciais.
  • 2) A soja ajuda a prevenir doenças cardiovasculares?
    Verdade. A proteína de soja ajuda a reduzir os níveis de colesterol no sangue, um importante fator de risco para doença arterial coronariana. A American Heart Association reconheceu os alimentos de soja por seu papel em uma dieta saudável para o coração. No Brasil, Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), a proteína de soja é um nutriente com propriedades funcionais e/ou de saúde e foi aprovada a seguinte afirmação: “O consumo diário de no mínimo 25g de proteína de soja pode ajudar a reduzir o colesterol. Seu consumo deve estar associado a uma alimentação equilibrada e a hábitos de vida saudáveis”.
  • 3) O consumo regular de soja por homens pode aumentar características físicas femininas?
    Mito. Dados clínicos não fornecem suporte para afirmar que o consumo de soja possui esses efeitos nos homens. Esse mito decorreu, principalmente, do relato de 2 casos, cada um envolvendo um único indivíduo do sexo masculino, que descrevem estes efeitos associados com o consumo exagerado de soja.
    Ambos os indivíduos descritos nestes relatos de casos disseram ter consumido 360 mg/d de isoflavonas (o que representa aproximadamente 14 a 20 porções de soja/dia), que é muito maior do que a ingestão típica japonesa – população com maior consumo de soja no mundo. Não é recomendado consumir quantidades excessivas de essencialmente qualquer alimento ou de nutrientes acima dos limites superiores de segurança estabelecidos.
  • 4) As isoflavonas podem contribuir para a prevenção de câncer de mama?Verdade. Estudos sobre o papel da soja na redução do risco de câncer têm sido analisados, especialmente com relação ao efeito no desenvolvimento e progressão do câncer de mama. Uma recente meta-análise constatou que em estudos epidemiológicos asiáticos, a maior ingestão de soja foi associada com redução de 29% do risco de câncer de mama. Ainda, há evidências que apontam que para promover esse benefício, o consumo de soja deve ocorrer durante a infância ou adolescência.
  • 5) A soja tem isoflavonas que podem interferir na regulação hormonal e no funcionamento da tireóide? Mito. Uma ampla revisão publicada em 2006, concluiu que há poucas evidências de que as isoflavonas da soja podem afetar adversamente a função da tireóide em homens ou mulheres saudáveis. Para pessoas com distúrbios da tireóide, é importante que sejam acompanhados regularmente por médico e nutricionista.
  • 6) Soja e seus derivados não são seguros para consumo na infância, devido à presença de isoflavonas e pode influenciar no desenvolvimento sexual de meninos e meninas?
  • Mito. Análises realizadas sobre a segurança do consumo de isoflavonas presentes na soja evidenciaram que não há provas conclusivas, em animais, população adulta e crianças, que indicam que as isoflavonas na dieta possam afetar negativamente a saúde humana, o desenvolvimento ou a reprodução. Acima dos seis meses de idade, a ingestão da soja é aceita, desde que faça parte de uma dieta variada e adequada. A alimentação infantil deve ser sempre acompanhada por medico e nutricionista.
  • 7) Soja da câncer?
    Mito. Existem estimativas que relacionam o baixo índice de câncer de mama com o consumo de alimentos de soja em alguns países. Muitas evidências indicam, ainda, que consumir soja na dieta desde a infância ajuda a obter proteção contra esse tipo de câncer. Além disso, a Sociedade Americana de Câncer aprova o consumo de 3 porções de soja por dia por pacientes que apresentem câncer de mama.
  • 8) Bebidas à base de soja são opções para quem é alérgico à proteína do leite de vaca (APLV) ou intolerante à lactose?
    Verdade. A bebida de soja pode ser uma alternativa ao leite de vaca para pessoas com alergia à proteína do leite ou com intolerância à lactose, mas, para isso, é preciso que haja orientação clínica e nutricional, garantindo a adequação calórica e a ingestão de todos os nutrientes para o desenvolvimento e a manutenção da saúde.
    AdeS Original, Original Zero e Saborizados (Shake de Morango, Vitamina de Banana, Frapê de Coco, AdeS Cereais com Mel e AdeS Cappucino) são uma alternativa ao leite de vaca e contêm proteínas e cálcio no mesmo teor do leite (5,2g de proteína em 200mL e 240mg de cálcio/200ml).

Você Sabia?
A soja é uma das mais antigas leguminosas cultivadas no mundo. Iniciou-se a plantação há pelo menos cinco mil anos e foi espalhada pelos viajantes ingleses e pelos imigrantes japoneses e chineses.
O consumo de soja e derivados é relativamente superior em países asiáticos e encontrase em crescimento nos países ocidentais. No Japão, por exemplo, o consumo de proteína de soja chega a 30g/dia, na Korea 20g e na China 8g. Já nos países europeus e norte americanos este número é de até 1g/dia.
Assim, estudos mostram que em populações que consomem altas quantidades de alimentos de soja, a incidência de certos tipos de cânceres (como os de mama e próstata) é menor quando comparado com a incidência em populações que não consomem esse tipo de alimento. (Shu,2009;Zhang,2012)
Desta forma, pode-se concluir que a soja tem tido um papel fundamental na nossa alimentação durante anos sendo que o consumo dentro de uma alimentação equilibrada pode entregar diversos benefícios para a nossa saúde.

Então mamães se houver alguma duvida procure ler mais (em fontes confiáveis e claro ) ou até mesmo consulte um médico para esclarecer todas as suas duvidas

Um beijo!

Anúncios

Saco para Armazenamento do leite

Olá Mamães!

A Lansinoh tem uma dica super bacana para quem precisa armabêzenar o leitinho para o seu bebê . Confira…

SacosArmazenamento-produto02_resizeSacosArmazenamento-embalagem-produto_resize

PRATICIDADE NA HORA DE ARMAZENAR O LEITE 

As festas de final de ano já estão chegando e os compromissos e viagens também. A agenda começa a ficar mais apertada. Festas, confraternizações, amigos secretos, compras e um bebê para alimentar. Quem está amamentando sabe que essa preocupação tira o sono de muitas mães. Mas calma, pois tudo tem solução e guardar o “poderoso leitinho” de seu pequeno pode ser feito de forma mais prática, rápida e sem alteração das propriedades do alimento. Essa é a proposta da Lansinoh, marca número 1 em amamentação no mundo, que apresenta em sua linha os sacos de armazenamento de leite. Livre de bisfenol A (BPA) e bisfenol S (BPS), os sacos são descartáveis e previamente esterilizados o que já faz com que a mamãe economize um tempão, pois não precisará gastar no mínimo dez minutos esterilizando o recipiente. Outra vantagem é que cada saco vem com uma aba externa para que você coloque o dia e a hora da ordenha. Basta você preencher com os dados necessários e armazenar sem perigo de contaminação. Por falar em como armazenar, lembramos de mais uma vantagem: os saquinhos não ocupam espaço e são facilmente acomodados na geladeira ou no freezer. Vazamentos são possíveis? Não. Os sacos tem fecho hermético duplo e um design que possibilita a transferência do leite sem derramamento.

Preço sugerido: R$ 34,90 (Caixa com 25 unidades)

SacosArmazenamento-embalagem-produto_resizeEncontre os Pontos de Venda em www.lansinohbrasil.com.br

Um beijo